trabalhar em casa

Trabalhar em casa no esquema home-office é muito bom mas precisa de uma super disciplina para não se perder nas tarefas e prazos e não ter a sensação de que você passa dia e noite trabalhando. Sendo mãe, então, há que se ter um foco ainda maior, para conseguir cumprir tudo naquela janela de tempo que o filho “libera” pra gente.

Eu só consegui criar uma rotina real quando minha filha foi para a escolinha. Antes disso, trabalhar em casa só era possível quando ela dormia ou quando meu marido saía com ela para eu terminar alguma planilha ou prazo. Era bem insano porque eu dependo de rotina para ser produtiva. Mas era o que eu tinha e a gente se vira como pode né?

Dicas para trabalhar em casa

A primeira é: tenha uma rotina estabelecida! Não importa o horário em que você vai começar a trabalhar, importa você saber tudo que precisa cumprir, sejam tarefas de casa, sejam tarefas do trabalho. Sugiro um planejamento semanal; acho mais realista pois o mensal acaba sendo muito modificado e isso pode te levar a desistir de planejar. O que não significa que você não vai planejar o mês, ok?

Ao acordar, já tenho listado tudo que preciso fazer para entrar em “modo trabalho”: tomar uma ducha, colocar uma roupa como se eu fosse sair de casa, passar protetor solar, limpar o quintal dos cachorros, botar roupa para lavar, ajeitar a louça do dia anterior, tomar café, abrir as janelas… isso me ajuda a ir despertando também – sono pra sempre #vidademae – até sentar de fato na frente do computador.

Eu estipulo pausas para encher minha caneca de café com leite e, nessas pausas, checo as redes sociais e e-mails e aproveito para agilizar alguma tarefa de casa – coisas pequenas, apenas para não acumular.

Uso um planner de papel para me guiar nos afazeres, consultando minhas listas do GTD. Apesar de ter tudo em aplicativos também (utilizo o combo Google Calendar + Evernote + Todoist), gosto de transcrever para o papel pois acho mais fácil consultar e porque me dá um foco maior.

Outras dicas:

  1. Se você tem dificuldade em ter foco, sugiro o método Pomodoro: 25 minutos produzindo para 5 minutos de pausa
  2. Para as mães: aprenda a abstrair a bagunça da casa. Estabeleça um horário no dia para arrumação. Depois dos filhos nossa casa nunca estará 100% arrumada e se você quiser organizar tudo o tempo todo não fará mais nada da vida.
  3. Inclua o período de preparação das refeições no seu planejamento. Isso vai te dar uma noção real do tempo que terá disponível para o trabalho – e vai te guiar no gerenciamento dos prazos a entregar.
  4. Tenha uma estação de trabalho só sua, por menor que seja. Mantenha sua mesa minimamente organizada para evitar perder tempo procurando documentos. O trabalho flui melhor quando você sabe onde estão as coisas.
  5. Programe saídas de casa para não se sentir tão por fora do mundo. Vale pesquisar espaços de coworking para ir de vez em quando.
  6. Se você não precisa estar on-line no mesmo horário que sua equipe e/ou clientes, busque conhecer seus horários mais produtivos. Se você funciona melhor de madrugada, considere planejar seu dia iniciando às 5h e deixar a tarde livre para tarefas que podem ser feitas no modo automático, quando sua mente está cansada.

Trabalhar em casa não é sinônimo de ver Netflix o dia todo mas dá para conciliar caso o dia seja mais tranquilo do que você pensou – aquele call que não aconteceu ou um prazo que você entregou antes. Aproveite sem culpa esses momentos.

Como você se organiza para trabalhar em casa? Consegue cumprir as tarefas – pessoais e profissionais – ou sente o mundo despencando na sua cabeça?